4 de junho de 2011

Meus próprios caminhos


  
     Sigo caminhando estrada à fora em busca de caminhos, em busca dos sonhos que me libertam, tentando fugir das nostalgias que me sufocam, nessa estrada as vezes me sinto só e quando olho ao meu redor e encontro o vazio, abraço meu próprio corpo me aquecendo do frio. 
     Por diversas vezes tenho ao meu lado apenas a companhia da minha própria sombra, que não abandona meus passos, ainda assim não sinto medo dessa solidão, pois, dela nasce a minha fortaleza, a vontade de seguir caminhando, às vezes sem rumo, outras vezes com destino certo.
     A vida tem me mostrado diversos caminhos, quase cheguei a desistir quando as tempestades caíram sobre mim,  e o que me fez levantar foi a força dos meus sonhos, do amor que trago dentro de mim.
    Tenho certeza que apesar de todas as dificuldades não deixarei de seguir esse caminho, mesmo com os tropeços, com as incertezas, não ficarei à beira da estrada vendo a vida passar, seguirei em frente mesmo com a solidão como companhia.

                                       ( Luzia Medeiros )

Ps. Esse texto foi escrito para o concurso da ABL, eu fiquei em 5° lugar, nem sempre ganhamos em 1° lugar, porém o que vale é a certeza que nossas palavras serão lidas e rascunhadas por outros corações que sangram de solidão ou a tem como seu porto seguro.

4 comentários:

  1. Incrível seu texto,adorei :D
    Eh lindo

    ResponderExcluir
  2. O importante não é cair, mas saber levantar depois. E por isso às vezes precisamos sentir a dor no chão, para que possamos aprender a nos reerguer, e sempre mantendo a nossa perseverança.

    Texto muito bonito!

    Beijinho!

    ResponderExcluir
  3. É, viver e, ao mesmo tempo, não viver, é uma coisa boba. Estamos nessa por tudo - pelo bom, pelo ruim, por sentir. O complicado é encontrar um caminho para seguir, né?

    Muito lindo o teu texto, como sempre, Luzia querida! Um beijo pra você!

    ResponderExcluir
  4. a vida é assim feita de tempestades e bonanças, e a gente vai remando, remando…até que um dia o sol brilha só para gente!

    ResponderExcluir

Espresse aqui o que você achou das minhas palavras. Espalhem um pouco do seu carinho.