8 de fevereiro de 2012

O sol da manhã .


Apesar dos dias meios cinza que estou vivendo, hoje eu permitir que o sol entra-se pela janela. Senti a suavidade daqueles raios de vida tocando meu rosto, iluminando meu olhar e cada cantinho do meu quarto ganhou um brilho especial. Para quê sentir o amargo da vida quando podemos senti o néctar de cada momento vivido? Eu quero sorrisos, quero sentir a presença dos amigos, sem dores.


 A vida é um presente divino, por isso, devemos saboreá-la da melhor maneira possível. Todo mundo tem momentos bons e ruins. Nem todo dia a chuva é branda, às vezes é tempestade. Por isso, nestes dias assim o senhor lá de cima, nos manda um guarda chuva feito de amor para nos proteger. E, então, após o temporal percebemos que os machucados foram leves, então, a vida sorri novamente.  

                                                              (Luzia Medeiros)  

5 comentários:

  1. É o que dizem: Após a tempestade sempre vem a bonança.

    É só aguadar que a sua bonança irá chegar...

    ResponderExcluir
  2. Oi, lembra que você se inscreveu para destaque do mês lá do blog?
    A enquete está no ar, agora só correr atrás de votos. Boa sorte viu

    http://iasmincruz.blogspot.com/


    Tudo dará certo *-*

    ResponderExcluir
  3. Eu sei que isso é chato, mas vamos lá:

    Meu blog está sorteando dois livros. "Um homem de sorte" (Nicholas Sparks) e "Filhos do Éden"(Eduardo Sphor). Conto com a sua participação.

    http://omundosobomeuolhar.blogspot.com/2012/02/super-sorteio.html

    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Que bom que estás deixando a luz do sol entrar. É bom lidar assim com tudo. A vida fica mais leve, e as dores menores.

    Te cuida anjo...

    Beijo!

    ResponderExcluir

Espresse aqui o que você achou das minhas palavras. Espalhem um pouco do seu carinho.